Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > IFMA compartilha experiências de extensão em Capoeira no Paraná
Início do conteúdo da página Notícias

IFMA compartilha experiências de extensão em Capoeira no Paraná

Professor e estudantes apresentaram trabalhos no IV Encontro Técnico-Científico de Capoeira, realizado em Curitiba (PR).
  • Assessoria de Comunicação, com informações do campus
  • publicado 07/10/2019 11h03
  • última modificação 07/10/2019 11h03

No período de 26 a 29 de setembro, estudantes do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Coelho Neto participaram do IV AbadÁcadêmico: Encontro Técnico-Científico de Capoeira, com o tema O desenvolvimento da Capoeira nas próximas três décadas: desafios e perspectivas, na cidade de Curitiba (PR). Promovido pela Associação Brasileira de Apoio e Desenvolvimento da Arte Capoeira – ABADÁ-CAPOEIRA e pela Universidade Federal do Paraná – UFPR, o objetivo do encontro foi expor trabalhos interdisciplinares que explicam os mais diversos aspectos distintos que envolvem a Capoeira, valorizando-a enquanto instrumento educacional e social na formação do ser humano, além de destacar possíveis avanços necessários ao mundo da Capoeira, visando o fortalecimento, respeito, reconhecimento e valorização social.

O professor de Língua Portuguesa Francílio Benício Trindade e os estudantes Francisco Breno Melo de Araujo e Natanael da Silva Costa, do 3º ano do curso técnico em Edificações, que participam do projeto de extensão “Capoeira: arte, memória e educação”, apresentaram o projeto na sessão de pôsteres. O professor Francílio também apresentou uma comunicação oral, “ABADÁ-CAPOEIRA: arte, memória e identidade”. A delegação do Campus Coelho Neto contribuiu para dar visibilidade nacional e internacional às pesquisas desenvolvidas sobre capoeira, tendo em vista que a Escola Abadá-Capoeira se encontra em todos continentes.

Na programação, houve um curso de Capoeira com o Mestre Camisa, diversas oficinas didático-pedagógicas com os professores e instrutores da Escola Abadá-Capoeira, apresentações de pôsteres, palestras, homenagens, depoimentos, apresentações de trabalhos em comunicação oral e atividades culturais, com o intuito de formar o capoeirista, assim como contribuir para explicar de maneira científica os fenômenos que existem na Capoeira e buscar o diálogo entre os saberes que se encontram na prática da Capoeira e os saberes que a engloba.

 

Saiba mais

Em 14 de janeiro de 2016, a ABADÁ-CAPOEIRA foi reconhecida pelo MEC como uma Escola e instituição de referência para a inovação e a criatividade na Educação Básica do Brasil. Esta Escola Abadá foi fundada pelo Dr. h. c. José Tadeu Carneiro Cardoso, renomado Mestre Camisa, que globalizou e internacionalizou a Capoeira, expandindo sua escola em quase 70 países, mantendo sua origem e contribuindo para divulgação da cultura afro-brasileira e da Língua Portuguesa, pois os praticantes estrangeiros assimilam as aulas na língua vernacular brasileira, como também as músicas e letras são cantadas em português.

Fim do conteúdo da página