Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
  • Acessibilidade
  • Alto Contraste
  • Mapa do Site
  • PortugueseEnglishSpanishChinese (Simplified)FrenchGermanItalian
Página Inicial > Notícias > Comunidade escolar participa de minicurso sobre primeiros socorros
Início do conteúdo da página Notícias

Comunidade escolar participa de minicurso sobre primeiros socorros

Ação aconteceu no dia 29 de outubro e capacitou professores, técnicos administrativos e funcionários terceirizados.
  • Assessoria de Comunicação, com informações do campus
  • publicado 01/11/2019 11h42
  • última modificação 01/11/2019 11h42

A Comissão de Saúde e Qualidade de Vida do Servidor do Instituto Federal do Maranhão (IFMA) Campus Coelho Neto, presidida pela professora Ana Rayonara Albuquerque, promoveu um minicurso sobre Primeiros Socorros, na sede do campus, na última terça-feira, 29 de outubro, ação que capacitou docentes, técnicos administrativos e funcionários terceirizados sobre como atuarem em situações de emergência.

O curso de Primeiros Socorros contou com atividades teóricas e práticas e foi ministrado por equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Coelho Neto e de Caxias e funcionários da Empresa Germanus Graph. As equipes contaram com a presença dos membros: Antônio Francisco Sousa (SAMU – Coelho Neto), Rita Costa (SAMU – Coelho Neto), César Roberto Filho (SAMU – Coelho Neto), Edson Germanos (SAMU – Caxias/ Germanus Graph), Eliane Vieira (SAMU – Caxias/ Germanus Graph), Francisco Wharleson Torres (SAMU – Caxias) e Márcia Oliveira (SAMU – Caxias).

Segundo a professora Ana Rayonara Albuquerque (profissional de Educação Física e psicóloga), o minicurso foi uma atividade de extrema importância para o contexto do Campus Coelho neto, pois “o socorro especializado pode demorar a chegar, o que torna inquestionável a necessidade de ensinar e aprender primeiros socorros, prática já adotada em escolas de outros países, como o Japão. A satisfação é ainda maior, pelo fato de o curso preparar pessoas para agirem em situações de emergência, mantendo sinais vitais de possíveis vítimas, evitando a piora do quadro ou mesmo salvando vidas.”

A comunidade escolar do IFMA Coelho Neto ganhou muito ao poder contar com maior percentual de servidores capacitados em Primeiros Socorros.

 

Saiba mais

A Lei nº 13.722/2018, conhecida como Lei Lucas, tornou obrigatória a capacitação em noções básicas de primeiros socorros de professores e demais funcionários de estabelecimentos de ensino públicos e privados de educação básica. A Lei foi criada em homenagem a Lucas Begalli Zamora, de 10 anos, que morreu em setembro de 2017, depois de engasgar com um pedaço de cachorro-quente durante um passeio escolar, em Campinas (SP). Na ocasião não havia ninguém preparado por perto para socorrê-lo e assim evitar a tragédia.

Moedas, tampas de caneta, peças pequenas de brinquedos e outros objetos, ou mesmo alimentos, podem causar engasgo ou sufocação em crianças pequenas, sendo uma das principais causas de morte acidental de bebês de até um ano de idade, segundo o Ministério da Saúde.

De acordo com a Lei, os cursos de primeiros socorros serão ministrados por entidades municipais ou estaduais especializadas em práticas de auxílio imediato e emergencial à população, no caso dos estabelecimentos públicos, e por profissionais habilitados, no caso dos estabelecimentos privados, e têm por objetivo capacitar os professores e funcionários para identificar e agir preventivamente em situações de emergência e urgência médicas, até que o suporte médico especializado, local ou remoto, se torne possível.

registrado em:
Fim do conteúdo da página